pt

notícias

Ciemsul/UCPel passa integrar a plataforma StartSe

A parceria com a plataforma StartSe vai permitir a conexão com investidores, mentores e outros ecossistemas

Pelotas Parque Tecnológico • 01 de Março de 2017

O Centro de Incubação de Empresas da Região Sul da Universidade Católica de Pelotas (Ciemsul/UCPel) ganhou um aliado de peso para a difusão da cultura e espírito empreendedor na região sul. A empresa StartSe passa a dar suporte para as incubadas do espaço através de cursos e eventos, informação estratégica e acesso ao novo sistema de inovação que ocorre no país.

A parceria com a plataforma StartSe vai permitir a conexão com mais de 4 mil participantes dessa rede (também chamada de ecossistema), reunindo em um mesmo espaço startups, investidores e mentores. Responsável pela parceria, o novo assessor do Ciemsul, Gustavo Vilela de Almeida, explica que a plataforma apresenta novidades que ocorrem no mercado, conecta startups com outros centros do país e também do exterior, como a região do Vale do Silício, localizada nos Estados Unidos.

O assessor do Ciemsul chega à UCPel com o objetivo de fomentar a criação e o desenvolvimento de startups que tenham como foco a resolução de ineficiências regionais. “Temos muitas problemáticas locais, a região sul é uma mina de ouro para o desenvolvimento de novos negócios. Isso permite que com cultura e espírito empreendedor seja possível desenvolver uma rede de startup muito grande por aqui”, comenta.

Para que isso ocorra, é necessário estimular um ecossistema através de alternativas como espaços integrados, cocriação e desenvolvimento de ideias de forma colaborativa, aposta Almeida. “Com o novo posicionamento queremos atrair acadêmicos, investidores e mentores para um local que viva esse espírito e essa cultura”, projeta.

Também consta na gama de projetos a serem implantados no Centro a criação de uma agência startup de comunicação, formada por alunos e que trabalhe com velocidade, alinhada à cultura dos novos negócios. “A cultura do startup é de ir aprendendo com as tentativas. Os acadêmicos poderão participar de uma experiência viva durante o seu curso, aumentar seu portfólio com tentativas de acertos e erros, muito válidas no mundo das startups e na formação profissional”, diz.

Tornar o Ciemsul referência na oferta de cursos de extensão, com linhas nas áreas de empreendedorismo e inovação, comunicação e design e programação é outra meta. “Queremos trabalhar com cursos de capacitação rápidos. Por exemplo, hoje ainda falta muito programador no mercado, porque quase tudo passa por um aplicativo”, exemplifica.

Para o coordenador do Escritório de Desenvolvimento Regional (EDR) da UCPel, Fábio Castro Neves, Gustavo Almeida chega ao Ciemsul para fazer a interface entre as startups residentes no Ciemsul com o mercado, mentores e investidores. O assessor vai também estimular o processo de cocriação entre diversos atores que compõem o ecossistema empreendedor.

O Ciemsul tem interesse em apoiar empreendedores com projetos de empresas nascentes ou empresas já existentes, que apresentarem algum grau de inovação. A coordenação da incubadora realizará ainda no primeiro semestre ação para divulgar o trabalho desenvolvido pela incubadora junto aos professores e acadêmicos. Mais informações sobre o Ciemsul estão disponíveis no site http://ciemsul.ucpel.edu.br

 

(Via UCPEL/Ciemsul )

voltar para noticias